WISE

While Innovation and Strengthening Europe

 

PRAZO DE VIGÊNCIA:

17 meses

1 de dezembro 2017 – 31 de maio 2019

 

COORDENAÇÃO DO PROJETO:

ALDA – European Association for Local Democracy, França

 

PARCEIROS ASSOCIADOS:

A Rede DLBC Lisboa tem a honra de representar Portugal no projeto WISE – While Innovation and Strengthening Europe, coordenado pela ALDA – Associação Europeia para a Democracia Local.

Fazem parte deste consórcio transnacional, além da Rede DLBC Lisboa, outras redes e organizações da sociedade civil, para além de representantes do poder local de países europeus pertencentes à União ou em processo de adesão – Itália, Espanha, Holanda, Bélgica, Eslovénia, Montenegro, Croácia, Albânia, Antiga República Jugoslava da Macedónia*, Sérvia, Grécia, República Checa, Bulgária e Roménia.

Recorrendo a uma abordagem top-down [do topo para base] e a métodos participativos, o WISE foca-se na promoção da cidadania ativa e do envolvimento democrático a nível das políticas locais e da União Europeia.

 

MEMBROS DO CONSÓRCIO:

Consiglio Italiano del Movimento Europeo, Roma, Itália

Drusto za Razvijanje Prostovoljnega Dela Novo Mesto, Novo Mesto, Eslovénia

Município de Bijelo Polje, Bijelo Polje, Montenegro

Associação de Autonomia Local da Albania, Tirana, Albânia

Rede DLBC Lisboa – Associação para o Desenvolvimento Local de Base Comunitária, Lisboa, Portugal

ECIT – European Citizen’s rights, Involvement and Trust, Bruxelas, Bélgica

Regionalno Sdruzhenie na Obstini Tsentralna Stara Planina, Gabrovo, Bulgária

INFORMO – Udruga za Poticanje Zaposljavanja, Strucnog Usavrsav, Vodnjan, Croácia

United Nations Student Association Maastricht, Maastricht, Holanda

Presidencia Junta de Extremadura, Mérida, Espanha

Coligação de Organizações Juvenis SEGA, Prilep, Antiga República Jugoslava da Macedónia

“Danube 1245”, Sremski Karlovci, Sérvia

SYMBIOSIS, Salónica, Grécia

Agora CE, Praga, República Checa

ORASUL MIOVENI, Mioveni, Roménia

 

Contexto

Uma parte considerável de Europeus sente que as suas próprias comunidades desejam uma mudança, especialmente aqueles afetados por um clima de crise socioeconómica.

Neste sentido, por toda a Europa, nos últimos anos, emergiram movimentos eurocéticos, sendo o Brexit a face mais visível deste Euroceticismo.

Agora, mais do que nunca, sessenta anos depois do Tratado de Roma, é necessário pensar e repensar onde queremos ir. É altura de aprender e refletir sobre o passado da União Europeia.

Muitas pessoas não sabem ou não estão conscientes de como melhorar a sua situação particular ou familiar e não estão cientes da importância e das vantagens de integrar a União Europeia.

Refletir sobre o passado é o primeiro passo. É necessário compreender as causas dos problemas correntes e diagnosticar os meios disponíveis para que as mudanças desejadas possam ser alcançadas.

Rumo a uma mudança positiva e construtiva, os cidadãos têm que se sentir envolvidos nessa missão.

No projeto WISE consideramos que as organizações da sociedade civil são fundamentais para participar e construir ativamente na União Europeia.

Prestaremos nos próximos meses especial atenção às responsabilidades e ao papel das organizações da sociedade civil no diagnóstico e nas respostas às necessidades e prioridades das/os cidadãs/os, mobilizando as comunidades, sensibilizando-as para os valores fundacionais da União Europeia, promovendo ainda uma massa crítica, bem como encorajando os cidadãos da União Europeia a tomar iniciativas ativas num nível local, regional, nacional ou mesmo comunitário.

 

Objetivos

Contribuir para um conhecimento mais aprofundado da história e diversidade da União Europeia pelos cidadãos europeus.

Promover a cidadania Europeia e aprofundar a participação cívica e democrática a um nível Europeu.

Sensibilizar para a memória, os valores comuns, a história e o objetivo da União, que é promover a paz e o bem-estar dos seus povos – estimulando o debate, a reflexão e redes de desenvolvimento.

Encorajar a participação democrática e cívica ao nível da União, dando a conhecer de uma forma clara e simples o processo de construção de políticas comunitárias e promovendo o envolvimento social e intercultural e voluntariado a nível Europeu.

Compreender e debater o Euroceticismo.

Combater a estigmatização de imigrantes e construir contra narrativas, de forma a fomentar o diálogo intercultural e o conhecimento mútuo.

Debate o futuro da Europa.

 

Calendário:

A anunciar em breve.